Como integrar criatividade e inovação na sua empresa?

Nos últimos anos, houve uma mudança drástica nas organizações. A criatividade, juntamente com a inovação, passaram a andar de mãos dadas e tornaram-se habilidades indispensáveis no dia a dia de uma empresa. Para se destacar em uma organização em tempos de elevada competividade, é imprescindível que você tenha mais habilidade para solucionar problemas e busque alternativas mais acessíveis e criativas.

A Criatividade é um processo de geração de ideias, análises, opiniões e soluções.  Essa habilidade pode se sobressair mais em algumas pessoas do que em outras, no entanto, a criatividade não é uma propriedade exclusiva, pois pode ser desenvolvida ao longo do tempo a partir de certas condições relacionadas a fatores sociais e culturais. Falamos um pouco mais sobre criatividade nos posts4 Competências para o Séc. XXI” e “Como ampliar o seu repertório e melhorar sua criatividade”.

Já a Inovação consiste no estudo das ideais atuais de sucesso, e pode ser diversificada de acordo com sua aplicabilidade. Abaixo listamos algumas características dessas duas competências:

Criatividade:

  • Focar no processo;
  • Buscar o novo;
  • Desenvolver a imaginação;
  • Gerar ideias.

Inovação:

  • Focar no resultado;
  • Como utilizar o novo;
  • Focar na implementação;
  • Aplicar ideias.

As empresas devem reconhecer a importância de se estimular a criatividade no ambiente de trabalho, mas devemos enfatizar que, para aplicar a criatividade na rotina, é necessário buscar inspirações. Assim, permita que seus colaboradores fiquem à vontade para criar ideias e buscar novas tendências.

Devemos atuar de maneira ousada e fazer grandes mudanças em etapas menores, ou seja, a empresa deve ter visão de futuro e estar mais atenta às tendências e às experiências dos funcionários, não apenas àquelas circunscritas à sua área de atuação no mercado. Posto isto, precisamos entender o processo criativo dos nossos colaboradores, para que eles não passem por processos que forcem relacionamentos e venham a gerar constrangimentos que podem afetar o processo no cotidiano deles.

Todavia, a criatividade não anda sozinha, deve estar sempre acompanhada da inovação. Neste ponto, vale ressaltar que a inovação é o motor da empresa, portanto, não basta ter produtos inovadores, é fundamental conciliar a inovação com uma gestão determinada e eficiente.

Para inovar, as empresas devem desenvolver e internalizar as ferramentas usadas para gerenciar o processo de inovação. Essas soluções devem ser personalizadas para cada realidade.

Para isso, devemos considerar o tamanho da empresa, departamento operacional, cultura e estrutura organizacional, recursos disponíveis, sistema de agenciamento da empresa, perspectivas e ambições futuras.

Depois de entender a importância da criatividade e inovação em uma organização, é importante enfatizar alguns pontos, tais como:

  • Treinamento de funcionários:  é muito importante realizar palestras, cursos e workshops para treinar seus funcionários e estimular a criatividade;
  • Técnica de brainstorming: atividade que estimula pensamentos que podem ajudar seus colaboradores a exercer sua capacidade de criatividade e inovação para encontrar soluções eficazes;
  • Feedbacks: é importante ouvir as opiniões dos funcionários sobre procedimentos, questões, práticas e decisões da empresa.

Criatividade e inovação são dois elementos que devem estar no DNA da sua empresa. É importante que o gestor crie um planejamento e prepare sua equipe para as mudanças, mantendo um clima harmônico entre as pessoas. Impor emoções ou trazer novidades que não agregam valor, não terão um impacto positivo na empresa. Assim, para boas ideias, é importante seguir o processo de testar, falhar e corrigir sempre. Atuando dessa forma, o sucesso será apenas uma questão de tempo.

Espero ter ajudado com algumas dicas para melhorar a criatividade e a gestão dos seus colaboradores. Caso você tenha outras dicas, compartilhe conosco!

Redação por: Ângela Teles, processo Administrativo da Mazzola Contabilidade, cursando Ciências Contábeis pelo Anchieta. Revisão por: Pedro Paulo Gomes Ribeiro, processo Administração de Pessoal da Mazzola Contabilidade. Bacharel em Linguística, com especialização em Português e Espanhol pela Universidade de São Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.