Ansiedade: Quando se preocupar?

Certamente, você já se sentiu, alguma vez, em estado de ansiedade ou já presenciou alguém com essa emoção, não é? A Ansiedade está presente em todos os indivíduos, e é comum acontecer em situações do nosso dia a dia, como uma entrevista de emprego, apresentação de um trabalho, expectativa para datas importantes, realização de exames de saúde e entre outras situações. Ela faz a pessoa se preparar para enfrentar um desafio, porém devemos nos atentar na proporção desta ansiedade, será que está sendo vivenciada de maneira mais frequente e intensa? Essa emoção que é saudável, por sinalizar um “alerta” em nosso cérebro, também pode ser tóxica. Em excesso, ela paralisa, perturba e afeta nossa saúde mental.

Devido ao covid-19, notou-se um aumento de casos de ansiedade no mundo todo, em 2020, isso se deu ao fato de não sabermos o que estaria por vir, não conseguíamos imaginar como seria dali para a frente, víamos um mundo inteiro se isolar, e o sentimento de solidão nos invadir, com medo, angústias, sofrimento, preocupações, morte de familiares e amigos, e outros agentes estressores que contribuem para aumento da ansiedade.

Listamos abaixo quando a ansiedade pode ajudar e quando ela pode se tornar patológica, ou seja, prejudicial ao funcionamento psíquico (mental) e somático (corporal).

Quando a ansiedade ajuda:

  • Impulsiona a buscar conquistas
  • Fica pronto para lutar ou fugir de situações limites
  • Antecipa problemas futuros
  • Deixa a pessoa em estado de alerta e atenta a perigos
  • O ser humano sobreviveu inúmeros perigos e função dessa capacidade de detectar ameaças

Atenção aos principais sintomas para Ansiedade patológica:

  • Inquietação
  • Palpitação do coração
  • Suor intenso
  • Falta de ar
  • Cansaço intenso
  • Irritabilidade
  • Tensão muscular
  • Pressão alta
  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Aperto no peito

Mas, então, como controlar a Ansiedade?

Controlar a ansiedade é um desafio diário, devemos descobrir o que está causando esse gatilho emocional, isso pode exigir um apoio extra, por meio de terapias, ajuda de familiares, amigos e mentores.

Algumas estratégias:

  • Sessões de Psicoterapia
  • Praticar Atividade física
  • Praticar meditação
  • Ouvir música
  • Manter uma alimentação saudável
  • Respirar profundamente
  • Dormir bem

Todos temos momentos difíceis, os obstáculos fazem parte da nossa vida, mas eles nos ajudam a crescer, tanto na vida pessoal quanto profissional, então, não permita que esses desafios se transformem em algo ruim, pelo contrário, faça deles aliados para o seu desenvolvimento, e se torne ainda mais forte.

Gostou deste conteúdo? Compartilhe com outras pessoas!

Deixe seu comentário aqui embaixo. Sua opinião é muito importante para nós!

Redação por: Érika Amorim, processo Fiscal da Mazzola Contabilidade. Graduação em Ciências Contábeis pela UNIP de Jundiaí.
Revisão por: Cíntia Calixto, processo Administração de Pessoal da Mazzola Contabilidade. Tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos, pela Faculdade Anhanguera de Jundiaí

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.